sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Convite Especial

 
 
 
Programação:
 
09:00 às 11:30 hrs: café da manhã
12:00 às 13:00 hrs: coral das crianças
13:30 às 15:00 hrs: entrega dos presentes
15:30 hrs encerramento

Para participar é importante entrar em contato e informar nome, telefone, e-mail e quantas pessoas estarão presentes. Levar 10 kgs de alimento não perecível e/ou 10 kg de ração para cão ou gato.

O endereço será enviado por e-mail após confirmação de presença e a visitação será monitorada.

Não levem brinquedos. Os brinquedos serão distribuídos com listagem das crianças para não haver confusão.

Doação de roupas podem ser entregues no dia, mas atenção:
- não levem roupas e sapatos sociais.
- se possível, separar roupa de adulto das de criança.

Importante: as roupas devem estar limpas, sem manchas, furos ou rasgadasNão doem roupas intimas. Roupas que estiverem sem condições de uso serão descartadas, o mesmo vale para sapatos.

Para compra de artesanato somente em dinheiro, é bom levar notas baixas (trocados).

Voluntários para ajudar na organização são muito bem vindos mas não será permitido atrasos, é importante chegar na hora marcarda (8:30 hrs). Faltas e atrasos compromete todo o trabalho.

Após a visita a aldeia você pode aproveitar para conhecer o Pico de Jaraguá com a família, há trilhas e uma vista belíssima da cidade de São Paulo.
Veja mais informações em: http://www.pirituba.net/parques/trilhas-do-pico/

APOIO:

Casa de Pães do Souza: http://www.paes-souza.com.br/
Pet Shop Real: http://www.petreal.com.br/
Rotary Club Barra Funda: http://www.rotary4610.org.br/
Delta Gráfica: http://impressosdelta.com.br/


Boletim Novembro

Sábado, dia 01 de dezembro, foi dia de mais uma distribuição de ração na aldeia. Peço desculpas por este boletim não ter muitas fotos (como de costume) mas, desta vez, eu não pude estar na distribuição, então vou colocar apenas um resumo do que foi feito por lá.
Antes quero agradecer a presença da Gisele Franchini, Jaqueline Segates e namorado, Tatiane Barbosa e namorado, Roseli e Antonio Carlos (que ajudou com o transporte da ração).
 
Foram distribuidos:
 
Para cães
10 sacos de Fabene 15kg doados pela Tânia
60 sacos de Fabene 15kg comprados
11 sacos de Fabene 15kg doados pela Ana Cristina
01 saco de Fabene 15kg doado por Rozeli Pequini
03 sacos doados por Jaqueline Segates 
08 sacos doados por Tatiane Barbosa (quantidade estimada pois estavam empacotados em pequenos pacotes)
06 sacos doados pelo Laicão

01 saco doados pelo Pet Family
TOTAL: 1.500kg

Para gatos:

10 sacos comprados de ração Misty 25kg
01 saco de 10 kg doados
0l saco de Misty 25 kg doado pela Jaqueline Segates
01 saco de 25kg  doado por Tatiane Barbosa (quantidade estimada pois estavam empacotados em pequenos pacotes)

TOTAL: 310kg

 
Foram resgatados:

10 gatinhos e um cãozinho filhote. Somente um dos gatinhos não pode ser castrado, os demais e o cãozinho já estão disponíveis para adoção.

 
 
Foram tratados na aldeia:

Cadelinha com sarna negra
Caozinho filhote com sarna negra
Cadela Mix-Fila tigrada com ferida no pescoço e inicio e bicheira.


Foram doados no mês de Novembro:

02 gatinhos e 4 gatinhas
01 gatinho filhote preto

01 gatinha filhote preto e branca
01 gata adulta tricolor 
01 filhotinha preto e branco

01 filhotinha marron/bege
01 filhotinho preto
01 cãozinho filhote (último filhote da mãezinha resgatada - boletim de Julho)

A quantidade de ração arrecadada e distribuida mensalmente não é suficiente para alimentar os mais de 450 animais vitimas de abandono e que vivem na aldeia. É sempre muito dificil conseguir a quantidade razoável, que dura em média 20 dias. Com as festas de fim de ano as doações diminuem consideravelmente e para o mês de Janeiro, estamos zeradas de ração, então quem quiser ajudar pode estar doando um saco de ração para cão/gato ou fazendo o depósito de qualquer valor nas contas da aldeia. O valor será usado para compra de ração e medicamentos, e todas as notas fiscais e a prestação de contas estão a disposição de todos, é só entrar em contato com a Cida.


BRADESCO: AGÊNCIA 0910-5 CONTA CORRENTE 03094-5
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)

 
ITAU: AGÊNCIA 6906 CONTA CORRENTE 14955-1
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)


É importante nos avisar do depósito e em qual banco foi feito.
 
Para maiores informações:
Andréa Sevaroli - Cel.: (11) 9 9134-0353 / E-mail: asevaroli@gmail.com
Cida Carvalho - Cel.: (11) 9 9612-9542 / E-mail: carv4@terra.com.br


sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Boletim Outubro


Sábado, dia 03 de novembro, estivemos na aldeia para mais uma distribuição e ração e nosso primeiro mutirão de tratamento aos animais. Mais de 170 animais atendidos!
 
Nosso muito obrigada a Nina Rosa do Instituto Nina Rosa e ao Lito do Natureza em Forma por terem promovido este primeiro mutirão na aldeia, e também a todos os voluntários que estiveram conosco, em especial as voluntárias do CCZ que fazem um trabalho maravilhoso e são cheias de disposição. VALEU!!!  

Mutirão:

Todos acordaram bem cedinho e as 9:00 horas da manhã já estavam na aldeia:


Nina e Lito passando as instruções aos voluntários, um trabalho bem feito e organizado:


Enquanto uma equipe percorria a aldeia para atender os animais em locais mais afastados...
 
Nota: Parabéns Gabriela, com seus 12 aninhos já tão dedicada e interessada em ajudar.
Um exemplo para muito adulto! E parabéns a mamãe Claudia pelo incentivo!
 
... outras equipes se dividiam entre tarefas como: aplicar anti-pulgas, vermifugar, vacinar, etc:
 

Apesar de não haver estrutura na aldeia (local apropriado, água e rede de esgoto) os animais com problemas mais grave de pele ganharam banho:
 
 
E não foi só isso... o tratamento de beleza foi completo, os cães cortaram o pelo e ainda fizeram as unhas:


Gostoso era ver a alegria dos cães, aliviados, correndo pela aldeia... alguns ficaram irreconhecíveis rs
 
 
Ao final, estávamos todos muito cansados, mas muito felizes também, com o sentimento de missão cumprida. Voluntariado é assim, tudo de bom!!!
 
 
E dizem que o cão não larga o osso... esse não largou a bolacha nem pra foto rs

 
Resgates em Outubro...
 
Estes três gatinhos bebes foram abandonados na aldeia sem a mãe. A gatinha malhada, cujo filhotes foram mortos, os adotou, e como eles estavam fraquinhos e gripados, pedi ajuda ao Lito que, prontamente, arrumou um cantinho pra eles ficarem até estarem prontos para adoção. O outro maiorzinho é um doce, e depois de castrado estará disponível para adoção, interessados entrar em contato com a Cida: carv4@terra.com.br
 
 
Estas outras duas gatinhas também foram resgatadas no finalzinho de outubro, estão em tratamento e logo serão castradas:
 
 
A mãezinha com seus três filhotes também foi resgatada da aldeia e estão em lar temporário:
 
 
Estas duas cadelinhas com bicheira estão sendo tratadas na aldeia. E outras duas, uma filhotinha e outra com sarna, também foram resgatadas e estão em tratamento na casa da Cida.
 
 
Esta outra cadelinha, batizada de Bilu, foi resgatada por um dos voluntários do mutirão e esta em tratamento para sarna:


E pra variar... estas duas cadelinhas e seus filhotes (entre outros casos) foram abandonadas na aldeia durante o mês de outubro:

 
Este é um dos principais problemas na aldeia: abandono frequente de animais, provenientes das favelas ao redor... triste e difícil de resolver.
 
Foram distribuidos:

TOTAL RAÇÃO CÃES: 2.120 kg
TOTAL RAÇÃO GATOS: 360 kg
08 sacos de roupa para os índios
9 casinhas plásticas para cães
 
 
Há muito para ser feito por lá e toda ajuda é muito bem vinda. Interessados em ajudar, favor entrar em contato comigo (asevaroli@gmail.com). Lembrando que: há uma campanha permanente para arrecadação de ração para alimentar os mais de 500 animais, entre cães e gatos, que vivem na aldeia, e que, com a chegada das festas de fim ano, as doações caem consideravelmente.

Para ajuda financeira, as contas abaixo são de uso exclusivo dos animais da aldeia:
 

BRADESCO: AGÊNCIA 0910-5 CONTA CORRENTE 03094-5
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)

 
ITAU: AGÊNCIA 6906 CONTA CORRENTE 14955-1
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)


É importante nos avisar do depósito e em qual banco foi feito.
A prestação de contas e notas fiscais estão a disposição de todos, é só entrar em contato conosco.

Para maiores informações:
Andréa Sevaroli - Cel.: (11) 9 9134-0353 / E-mail: asevaroli@gmail.com
Cida Carvalho - Cel.: (11) 9 9612-9542 / E-mail: carv4@terra.com.br

 
Muito obrigada a todos que contribuem para que nosso trabalho seja possível e a Roseli e a Dra. Estrela que estão sempre conosco. Valeu meninas!

 

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Boletim Setembro


Quero começar este boletim agradecendo a TODAS as pessoas que ajudaram na compra dos doces para as crianças da aldeia e também a TODOS que estiveram conosco lá no sábado.

Não vou citar nomes para não correr o risco de esquecer alguém e ser injusta, mas de coração, MUITO OBRIGADA a todos que ajudaram a FAZER A DIFERENÇA neste dia.

Um agradecimento especial a Nina Rosa, do Instituto Nina Rosa, e a Lito do Natureza em Forma pela presença e boa vontade em nos ajudar com os animais.

Gostaria de dizer que "caridade" não é ajuda financeira, e sim uma doação de nós mesmos. Os doces foram algo simbólico, quem esteve lá pode perceber que o mais importante é o calor humano, o carinho e a atenção dada a cada uma das crianças.  

O povo da aldeia é muito sofrido, as crianças crescem sem expectativa de um futuro melhor. Eles lutam para que a cultura deles sobreviva as dificuldades, a degradação e a pobreza em que vivem. São seres humanos que merecem respeito e uma vida digna, com direito a educação, saúde e emprego. Muitos vem de longe em busca de trabalho, por uma vida melhor, e aqui encontram descaso, miséria e mais discriminação. É gente esquecida pela sociedade, mas gente integra, de enorme coração e que merece todo o nosso respeito e consideração.

É um povo que tem muito a nós ensinar e que nós “brancos” retribuímos de forma impiedosa, roubando suas terras, destruindo rios e florestas, tirando o sustento deles, degradando ainda mais sua cultura, já tão marginalizada. É tempo de acordarmos e percebermos que se não aprendermos com eles a viver de forma sustentável, seremos nós a sofrer as consequências de nossa própria estupidez.

E vamos aos doces... com o valor arrecadado foi possível montar mais de 130 kits bem recheados de guloseimas. E lá na aldeia esta quantidade se multiplicou por três porque quem foi para ajudar levou um montão de doces também. Foi bíblico!!! E maravilhoso... obrigada meninas!
 
Compra dos doces e montagem dos kits:
 
 
 
Na aldeia:
 
 
 
 
 

 
 
 
 
Prestação de contas Dia das Crianças:
 
 
 
 
 
Denise Plaça – doces
Cinthia Cruz – R$ 15,00
Naila Colla – R$ 30,00
Laura Galucci – R$ 20,00
Ana Donata – R$ 10,00
Elaine Morasco – R$ 35,00
Aniko Moreira – R$ 30,00
Doli Maria – R$ 20,00 + 40,00 ração
Fatima Souza – R$ 20,00 + ração cão/gato
Elaine Morasco – R$ 35,00
Marcia Sanchez – doces
Manoela Martins – doces
Sonia Martinelli – R$ 100,00
Silvia Medici – R$ 100,00
Luiz Fernando Botter – doces
Manoel Justino – R$ 15,00
 
TOTAL ARRECADADO: R$ 430,00
TOTAL GASTO: R$ 469,17
 
Quem quiser receber uma prestação de contas mais detalhada é só entrar em contato (asevaroli@gmail.com).
 
Distribuição mensal da ração:
 
Foram distribuídos:
 
PARA CÃES:
55 sacos DE 15 KG RAÇÃO FABENE, COMPRADOS
13 sacos DE 15 KG RAÇÃO FABENE, DOADOS POR ANA CRISTINA
01 sacos DE 15 KG RAÇÃO FABENE, DOADO POR ROSELI PEQUINI
01 sacos DE 15 KG RAÇÃO CHAMP, DOADO POR ROSELI DO IPI
15 SC sacos DE 15 KG RAÇÃO DIVERSAS DOADOS PELA VET. ESTRELA
TOTAL:  1.275 KG

PARA GATOS:
17 sacos de +/- 13 KG CADA - TOTAL 221 KG DOADOS POR MARLI da ABEAC  
04 sacos de 25 KG – TOTAL  100 KG, COMPRADOS NA FABRICANTE PRIMOR
TOTAL: 321  KG
 
+ 05 casinhas plásticas para cães e cobertores
 
A prestação de contas e as notas fiscais estão a disposição de todos, é só entrar em contato com a Cida pelo telefone: 11 99612-9542.
 
 
 
  
Na aldeia vivem aproximadamente 500 cães e 150 gatos. A ração que levamos mensalmente é insuficiente para alimentá-los o mês todo. Há muito problema de sarna e destrunição na aldeia e toda ajuda com ração é mais que bem vinda. Por favor, colaborem!

Quem quiser ajudar financeiramente para a compra de ração, medicamentos e despesas veterinárias as contas para depósito são:
  
BRADESCO: AGÊNCIA 0910-5 CONTA CORRENTE 03094-5
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)
 
ITAU: AGÊNCIA 6906 CONTA CORRENTE 14955-1
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)
 
É importante nos avisar do depósito e em qual banco foi feito.
 
Para maiores informações:
Andréa Sevaroli - Cel.: (11) 9 9134-0353 / E-mail: asevaroli@gmail.com
Cida Carvalho - Cel.: (11) 9 9612-9542 / E-mail: carv4@terra.com.br 
 
Um forte abraço a todos e bom feriado!

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Boletim Agosto


Visita: Sábado dia 01/09

Agosto foi um mês pra lá de complicado, muitas despesas e poucas doações. Bateu um desespero no final do mês porque tínhamos que comprar ração e não tínhamos dinheiro nem para os medicamentos dos cães doentes. Depois que criei o blog algumas pessoas que ajudavam há bastante tempo pararam de ajudar, talvez porque acharam que o projeto cresceu, mas a verdade é que todo mês é a mesma luta para conseguir o valor de um único saco de ração. Postamos fotos dos sacos comprados apenas para mostrar que foram entregues, e não para as pessoas interpretarem que aquela quantidade (grande aparentemente) alimenta os 500 cães (ou mais) da aldeia o mês todo, muito pelo contrário, a quantidade é insuficiente, dura em média 15 dias, isso sem falar dos gatos, que geralmente são esquecidos, e são muitos também.

A aldeia é grande, há inúmeros problemas, e o que eu mais escuto são pessoas dizendo que é dever do poder público, que uma ONG deve intervir... oras, se o poder público fizesse sua parte não teríamos tanta miséria nas cidades, se alguém tem influência para tanto, porque não o faz? Eu já tentei de várias formas conseguir melhorias para a aldeia, a última “pérola” que ouvi foi: “estamos em campanha eleitoral, não temos tempo pra isso agora, quem sabe depois das eleições?”. Complicado...

São poucas as pessoas que fazem algo, que tem atitude, e eu agradeço imensamente a Cris Ramalho pela belíssima iniciativa de fazer uma “vaquinha virtual” entre os seus contatos para ajudar na compra de ração para a aldeia. Foi ela também que uma fez uma rifa e com o valor arrecadado conseguiu comprar mais de 60 cobertores para a aldeia, sem falar das muitas outras iniciativas que ela tem para ajudar outros animais. Ajudar não é só ir até lá fazer o trabalho braçal, há muitas outras maneiras, basta ter iniciativa.

Lógico que há outras pessoas maravilhosas que ajudam todo mês, e somos muito gratas, porque é com essa ajuda que ainda conseguimos matar a fome daqueles animais. Não importa o valor doado, cada pouquinho se faz grande no final do mês, quando compramos a ração. E foi assim que conseguimos levar a ração este mês, juntando os “pouquinhos” que são tão valiosos para os animais. Se não conseguimos melhorar em nada a aldeia, pelo menos a fome foi possível amenizar.

Foram distribuídos:

Para cães: 55 sacos comprados + 13 sacos doados + 10 de saldo, total: 78 sacos 15 kg = 1.170 kg

Para gatos: 06 sacos comprados + 02 sacos doados, total: 08 sacos de 25 kg = 200 kg

As notas fiscais e a prestação de contas estão a disposição de todos, é só entrar em contato comigo
(11 9 9134-0353) ou com a Cida (11 9 9612-9542).



Lembram da cachorrinha cheia de sarna, do boletim de Junho? Dois meses se passaram e ela continua com sarna, está bem melhor, mas na aldeia são poucas as chances de uma recuperação 100%, daí a importância do lar temporário. Estamos torcendo por ela!

 
Alguns cães ganharam um lar, entre eles a mãezinha e dois dos seus filhotes (boletim de Junho), os outros dois ainda aguardam adoção, estão grandes e fortes graças aos cuidados da Cida, que se desdobrou para cuidar deles, perdendo noites de sono, fazendo malabarismos para medicar e arrumar espaço para todos eles.
 
 
Algumas pessoas são "gigantes" que vivem no anonimato e a Cida é uma delas. Dificil encontrar pessoas de fibra, de caráter, com a disposição dessa mulher que há anos não desiste dessa luta. Uma mulher que chora, que sofre, que carrega sacos e sacos de ração nas costas, sozinha, que corre de um lado a outro com cães doentes, atropelados, que cuida, que orienta, que busca forças na sua fé, na vontade de ajudar, ainda que sendo uma gotinha no oceano. PARABÉNS CIDA! Te admiro muito.
 
 
Pessoas assim, que não desistem nunca, mesmo diante das maiores dificuldades, é que devemos ajudar e nos espelhar, e foi por isso que eu abracei a causa da aldeia, mesmo já tendo tantos afazeres não só com a vida pessoal, mas com os gatinhos que eu resgato, porque a Cida merece esta ajuda, porque a aldeia precisa dessa ajuda. E é em nome dela que eu peço a vocês para continuarem ajudando, buscando ajuda com os amigos, familiares, colegas de trabalho, onde for, não importa quanto, porque de pouco em pouco a gente consegue fazer a diferença.
 
As visitas a aldeia para distribuição de ração são feitas sempre no primeiro sábado do mês.
Precisamos de ajuda com o transporte da ração e também com a distribuição, quem estiver disposto a ajudar, peço que entre em contato conosco, mas por favor sem furos ou atrasos, isso prejudica bastante nosso trabalho.
 
Precisamos de toda a ajuda possível para arrecadar a ração, e isso precisa ser mensal, ajudem como puderem, doando o valor de um saco ou qualquer outra quantia, arrecando com amigos e entregando na casa da Cida (Jaraguá) ou na minha (Tatuapé), ou até mesmo na aldeia no dia da distribuição. Outras doações também são bem vindas, como casinhas para os cães e medicamentos. Doações para os indios são aceitas, mas pedimos que entrem em contato antes.
 
As contas da aldeia para quem quiser ajudar financeiramente são:
 
BRADESCO: AGÊNCIA 0910-5 CONTA CORRENTE 03094-5
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)


ITAU: AGÊNCIA 6906 CONTA CORRENTE 14955-1
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)
 
É importante nos avisar do depósito e em qual banco foi feito.
 
Para maiores informações:
 
Andréa Sevaroli - Cel.: (11) 9 9134-0353 / E-mail: asevaroli@gmail.com
Cida Carvalho - Cel.: (11) 9 9612-9542 / E-mail:  carv4@terra.com.br
 
Obrigada a todos e tenham uma ótima semana.
 
 

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Com muita tristeza...


Amigos, é com muita tristeza e uma dor enorme no peito, que comunico a todos que a gatinha não resistiu...

Ela se recuperava bem da cirurgia, teve alta no dia 09 de agosto, mas 2 dias depois começou a ficar apática, não queria comer e tinha vômitos frequentes. Foi medicada, mas teve que ser internada na segunda feira. Os exames mostraram um quadro infeccioso, não só a cirurgia dela era complicada como o pós operatório também. Tentamos de tudo para salvá-la, mas seu quadro se agravou e ela não resistiu, morreu esta madrugada.

Dolorido pra mim e para toda a equipe médica que cuidou dela. Nossa menina foi guerreira, se tornou um ícone no Hospital, a única coisa que nos consola é saber que não medimos esforços para salvá-la. Dói, demais, mas infelizmente não conseguimos.


Obrigada a todos que torceram por ela...
Andréa Sevaroli

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Notícias...

Gente do bem,

é com imensa alegria que comunico a todos que a gatinha resgatada da aldeia já teve alta do Hospital e se recupera muitíssimo bem. Palavras da equipe de veterinários: "Essa menina é guerreira"!
Fui buscá-la ontem e com um longo ronronar, ela "amassou pãozinho" e fez muito charme. Depois dormiu profundamente, um soninho merecido, e quando acordou só quis saber de colo rs
É um doce! Tão sofrida e tão amorosa.


Já foi castrada durante a cirurgia e assim que estiver totalmente recuperada, já poderá ir para seu novo lar... interessados entrar em contato comigo pelo e-mail: asevaroli@gmail.com
Lembrando que precisa ser apartamento telado ou casa 100% segura. Lugar de animais é dentro de casa.

Aos poucos vamos fazendo nosso trabalho de formiguinha na aldeia... ontem a Cida levou dois cãezinhos para banho e tosa, já mostramos eles nos boletins:

A poodle branca e preta, chamada de Lessie, precisava urgente de tosa, a pobrezinha estava com o pêlo todo embolado e agora esta se sentindo aliviada:


Mas ela tomou banho e voltou para a aldeia porque estamos lotadas. Está sob os cuidados da índia Vanussa aguardando adoção, quem tiver interesse é só entrar em contato com a Cida (11 99612-9542).

Outra cadelinha que também foi para o banho, foi a que mostramos no último boletim, resgatada e vítima de maus tratos. Reparem que ela é menor que o azuleijo:


Está magrinha de dar pena, e precisa agora de um lar amoroso, alguém que dê a ela muito carinho, porque "surra" ela já levou bastante. Tem aproximadamente 01 ano e já esta com a castração agendada, interessados entrar em contato com a Cida (11 99612-9542).

Os gastos são imensos, então quem puder nos ajudar, por favor, entre em contato conosco, toda ajuda é muito bem vinda para que possamos continuar ajudando os animais da aldeia.

Quem quiser ajudar financeiramente, temos duas contas que foram abertas para os animais:

BRADESCO: AGÊNCIA 0910-5 CONTA CORRENTE 03094-5
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)


ITAU: AGÊNCIA 6906 CONTA CORRENTE 14955-1
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)


É só nos avisar por e-mail. A prestação de contas e notas fiscais também estão a disposição de todos.

Obrigada e até breve...

Andréa Sevaroli
(11) 99134-0353 / asevaroli@gmail.com

Cida Carvalho
(11) 99612-9542 /
carv4@terra.com.br


terça-feira, 7 de agosto de 2012

Boletim Julho

Visita: Sábado dia 04/08

Estivemos na aldeia Sábado para mais uma distribuição de ração, a ideia era levar a ração na casa de cada família a fim de conhecermos melhor as necessidades e a quantidade exata de cães sendo cuidados por elas, mas não conseguimos voluntários e o senso terá que ficar para uma próxima vez. O clima na aldeia também não estava dos melhores, três pessoas haviam falecido, entre elas a D. Rosa, uma senhora que sofria de pneumonia, muito triste...

D. Rosa à direita 

A nossa sorte foi que o Caio Lima e amigos foram até a aldeia para levar as doações que eles arrecadaram e ajudaram na distribuição da ração. Obrigada Caio por todo seu empenho nas arrecadações. Nosso muito obrigada também a Ana Cristina, que foi conosco pra conhecer e acabou nos ajudando a carregar sacos e sacos de ração e acompanhou de perto todo o drama dos filhotes que são abandonados na aldeia e o nosso sufoco e falta de recursos para socorre-los.


Foram distribuídos:

80 sacos de ração para cães (1.260kg), sendo: 20 sacos doados pelo Caio Lima, 5 sacos doados pelo Aureo Gaspar e esposa e 75 sacos comprados com doações.
10 sacos de ração para gatos (250kg), comprados com o valor arrecadado pelo Caio Lima.
03 cobertores doados pela Priscila Alves.
02 casinhas e caixas de roupas, arrecadação do Caio.

As notas fiscais estão a disposição de todos, é só entrar em contato que encaminharemos por e-mail, assim como as prestações de contas dos meses anteriores.


Emergências: 

Como em toda visita sempre temos que socorrer alguns animais, nesta não foi diferente.
O caso mais complicado foi o dessa gatinha, resgatada na parte de baixo da aldeia, muito debilitada e a com a respiração muito ruim. Meu medo era que fosse rompimento do diafragma, mas depois do raio x descobrimos que era ainda pior: havia o rompimento do diafragma e um agravante: ela estava prenhe! E como se não bastasse tudo isso, o útero estava rompido e um dos filhotes (eram 3) dentro do tórax, junto com o fígado, comprimindo os pulmões, nada animador...

 Talvez não dê para ver, mas a foto circulada mostra a coluna vertebral de um dos filhotes. 

A deixei na UTI do Hospital Veterinário São Sebastião, na Vila Maria, pra onde eu sempre corro em casos assim. Presenciei o momento em que ela teve um aborto espontâneo e pior que ver o feto prematuro, foi ver a carinha de tristeza dela lambendo o filhote.


A cirurgia do diafragma já é bastante complicada, de alto risco, e em uma gata debilitada e com um filhote dentro do tórax então... mas a harmonia e competência do Dr. Romildo e do Dr. Denis foram sensacionais, apesar do susto com a apneia, nosso guerreira resistiu bravamente, surpreendendo a todos. Deus pode tudo! E ele quis ela viva!

  
Não sei colocar em palavras a minha emoção ao final da cirurgia, tem coisas que não se explicam... só agradeço a Deus por ter estado ao meu lado, me auxiliado em mais este resgate, e ao amor, carinho e dedicação dos profissionais que estão cuidando dela. Não é sempre que a gente vê veterinários assim, e o que eu vi e ouvi do Dr. Romildo e do Denis é algo que jamais vou esquecer...

Outro caso foi o desse cão, que se envolveu numa briga e estava com uma ferida sangrando há duas semanas e só Sábado soubemos do problema, mas a Dra. Fernanda que acompanhou o Caio nesta visita, nos ajudou nos cuidados com ele. Nada muito grave, mas a bicheira poderia ter tomado conta se não tivéssemos visto a tempo.


A cadelinha com sarna do boletim passado, não apresenta melhoras, na aldeia é complicado cuidar de casos assim, e com tantos outros fica impossível resolver tudo. Estamos fazendo o possível, mas o que ela precisa mesmo é sair de lá pra se recuperar e espaço é o que não temos no momento.


Lembram da cadelinha com filhotes que resgatamos no finalzinho do mês? Ela foi para um lar temporário, mas tivemos que tirá-la de lá porque os filhotes estavam muito fraquinhos, vomitando vermes. Um deles começou a apresentar um quadro de tremor e muito choro e a suspeita era de cinomose. Não podíamos deixá-los onde estavam com esta suspeita, mas graças a Deus era só fraqueza e vermes, muitos vermes.


 O filhote chorão (filhote 04) deu um trabalhão nos primeiros dias e a Cida tinha que levantar várias vezes a noite para cuidar dele, mas o meninão resistiu e o pior passou, eles estão crescendo lindos e fortes. É cansativo, mas sempre vale a pena! O problema é que já não tínhamos espaço pra eles, tivemos que fazer milagre, e agora que tudo esta sob controle novamente, precisamos de um cantinho pra eles ficarem até que tenham idade para serem castrados e doados. Alguém se habilita?


Esta cachorrinha foi resgatada vítima de maus tratos, a dona dela queria um cachorro e foi até a aldeia e a pegou ainda filhote (para maltratar). Já não basta o que vemos dentro da aldeia, ainda temos que lidar com gente assim... Ela estará para adoção assim que tomar banho e vacinas.


Antes de sair da aldeia, fomos atrás de três filhotinhos para medicar, um deles estava bastante debilitado, cabia na palma da minha mão e achei que ele fosse morrer ali, na minha frente, sem que eu pudesse fazer nada. A Cida também não sabia o que fazer e pela primeira vez, a vi com lágrimas nos olhos, quase sem forças para continuar em pé. Sem dinheiro, já com uma gata no carro em estado grave, sem espaço para mais uma pulga que fosse, o que fazer com mais estes filhotes? Resolvemos levá-los para um hotelzinho, pois se ficassem na aldeia iriam morrer. O mais fraquinho não resistiu a fome, ao descaso. Triste, dói neles, mas dói mais na gente, que por vezes nos sentimos impotentes, enfraquecidas. Não tenho fotos, sinceramente, nem lembrei de tirar, tamanha foi a nossa preocupação com eles. Em breve, mando fotos dos dois que resistiram e estão bem. Fora estes três, haviam outros, que fomos obrigadas a deixar para trás.  

É isso amigos, quero agradecer mais uma vez por terem nos ajudado e peço que continuem conosco porque sem a ajuda de vocês não podemos fazer nem metade disso pelos animais da aldeia.

Quem puder ajudar com qualquer quantia para as despesas da gatinha, por favor nos avise por e-mail e depositem em uma das contas da aldeia:

BRADESCO: AGÊNCIA 0910-5 CONTA CORRENTE 03094-5
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)


ITAU: AGÊNCIA 6906 CONTA CORRENTE 14955-1
(Em nome de: Maria Aparecida Carvalho)

Só a cirurgia da gatinha ficou em R$ 1.000,00 (consegui um bom desconto) mas não temos este valor e precisamos de ajuda, então qualquer quantia é muito bem vinda.

Doação de ração, papinha para desmame, cobertores, caminhas, casinhas, vermífugos e outros medicamentos também são muito bem vindos.  

Obrigada e um forte abraço a todos,

Andréa Sevaroli
(11) 99134-0353 / asevaroli@gmail.com

Cida Carvalho
(11) 99612-9542 / carv4@terra.com.br